(62) 99402-8419

Correio Popular

Notícias, vídeos e podcasts

PIB goiano apresenta crescimento de 1,7% em abril

Economia de Goiás cresce 1,7% em abril na comparação com o mesmo mês do ano passado; acumulado dos últimos 12 meses chega a 4,4% (Fotos: SGG)
Economia de Goiás cresce 1,7% em abril na comparação com o mesmo mês do ano passado; acumulado dos últimos 12 meses chega a 4,4% (Fotos: SGG)

Puxado por serviços, crescimento pode ser comprovado pelos avanços dos diversos setores da economia goiana no período

O Produto Interno Bruto (PIB) goiano do mês de abril apresentou aumento de 1,7% na comparação com o mesmo mês do ano anterior. A informação consta no estudo divulgado pelo Instituto Mauro Borges de Estatísticas e Pesquisas Socioeconômica (IMB), vinculado à Secretaria-Geral de Governo (SGG). O resultado deu-se prioritariamente, pelo bom desempenho do setor de serviços (2,5%), seguido pela indústria (1,6%) e agropecuária (1,4%).

O destaque para o setor de serviços está relacionado ao bom desempenho das atividades profissionais, científicas e técnicas, administrativas e serviços complementares (9,8%), de informação (8,2%) e de alojamento e alimentação (6,2%). Somente a atividade financeira ficou negativa, com queda de 2,2%.

O maior crescimento entre as atividades industriais foi dos serviços industriais de utilidade pública, com 5,2% em abril, sem ajuste sazonal. A maior queda, no mesmo período de comparação, foi da indústria extrativa com recuo de 11,2%.

“Goiás segue avançando na oferta de empregos, redução da desocupação e capacitação dos cidadãos, então os avanços em setores como serviços e indústria são reflexo dos esforços da gestão para a manutenção e fomento do nosso cenário econômico” pontua o secretário-geral de Governo, Adriano da Rocha Lima.

Acumulado
Com relação à taxa acumulada nos últimos 12 meses, o PIB de Goiás apresentou crescimento de 4,4% e todos os setores econômicos ficaram com taxas positivas no período. Nessa análise, a agropecuária, indústria e serviços apresentaram avanço de 1,5%, 5,2% e 5%, respectivamente. Em 2023, a taxa acumulada no ano foi de 1,9%, com a indústria e serviços apresentando variações de 0,4% e 4%, respectivamente. Já a agropecuária acumulou queda de 0,6%.

“A economia goiana está em constante avanço. Prova disso é que crescemos tanto no mês analisado, quanto na média acumulada no ano e nos últimos meses”, destaca o diretor-executivo do IMB, Erik Figueiredo, ao celebrar os resultados.

Fotos: SGG

Legenda: Economia de Goiás cresce 1,7% em abril na comparação com o mesmo mês do ano passado; acumulado dos últimos 12 meses chega a 4,4%

Secretaria-Geral de Governo – Governo de Goiás

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp