(62) 99402-8419

Correio Popular

Notícias, vídeos e podcasts

Lundin Mining simula emergência com rompimento de barragem

D2918894-5B37-4AE5-B0F9-18CA49DBFA43
D2918894-5B37-4AE5-B0F9-18CA49DBFA43

Diretores da empresa fizeram questão de destacar que a barragem está segura e que o simulado é apenas uma medida preventiva

O exercício simulado prático foi realizado no Parque de Exposições Agropecuárias de Alto Horizonte de Goiás, cidade sede da mineradora. O objetivo foi simular uma situação de emergência com a barragem de rejeitos envolvendo a ativação e mobilização dos centros de operação de emergências, pessoal e recursos disponíveis, inclusive dos procedimentos de evacuação.

Além de funcionários da empresa, também participaram do exercício de simulação de rompimento de barragem, equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil, além de um morador vizinho à mineradora. Os outros moradores foram convidados, mas preferiram não participar.

“Esses exercícios são importantes para treinar a equipe de emergência e testar a eficácia dos planos de contingência, a fim de garantir uma resposta rápida e eficiente em situações de emergência. Os eventos são preventivos e ressaltamos que barragem de rejeitos da Lundin Mining está estável, segura e é operada de acordo com o projeto aprovado ”, destacou Guilherme Araujo,
diretor de Segurança, Saúde e Desenvolvimento Sustentável da mineradora.

Wilson Borges, diretor de Relações Institucionais da Lundin Mining Brasil auxiliou na realização do exercício simulado e fez questão de agradecer a todos os colaboradores da mineradora e integrantes das forças de segurança, que, de acordo com suas palavras, participaram e contribuíram com dedicação e eficiência.

Dois dias antes do exercício simulado, a Lundin Mining promoveu na Câmara Municipal de Alto Horizonte de Goiás um seminário orientativo, com o objetivo discutir procedimentos para lidar com eventuais situações de emergência relacionadas à barragem, especialmente inundações. Durante o seminário, o mapa de inundação foi exposto e discutido com a participação de membros internos e externos da equipe, para que os participantes pudessem entender melhor a situação hipotética e discutir formas de lidar com ela.
As ações atenderam à Resolução 95 da Agência Nacional de Mineração (ANM), que determina a realização anual de seminário orientativo e exercício simulado com a participação das prefeituras, organismos de defesa civil, equipe de segurança da barragem, forças de segurança e população.

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp