(62) 99402-8419

Correio Popular

Notícias, vídeos e podcasts

Ipasgo não vai cobrar por exames de detecção de câncer de próstata em novembro

Objetivo do Ipasgo Saúde é promover acesso gratuito a exames cruciais para saúde masculina durante todo o mês de novembro (Foto: Reprodução/Internet)
Objetivo do Ipasgo Saúde é promover acesso gratuito a exames cruciais para saúde masculina durante todo o mês de novembro (Foto: Reprodução/Internet)

O Ipasgo Saúde isenta temporariamente a coparticipação no exame de Antígeno Prostático Específico (PSA), capaz de detectar câncer de próstata. Trata-se de uma ação preventiva contra uma doença que deve acometer 163 mil goianos apenas este ano. O benefício, voltado aos beneficiários com mais de 40 anos, faz parte das atividades do Novembro Azul, campanha que visa conscientizar sobre a relevância do diagnóstico precoce da doença, e que tem se mostrado fundamental para o tratamento eficaz.

O câncer de próstata é a segunda neoplasia mais frequente entre os homens, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca).

O objetivo do Ipasgo Saúde, que pelo segundo ano consecutivo permite a realização do PSA sem custos adicionais, é promover o acesso a exames cruciais para a saúde masculina. Em 2022, o benefício fez com que 4.021 usuários do plano de saúde realizassem o teste. 

Durante o período de vigência da campanha, que termina no dia 30 de novembro, os exames de PSA podem ser agendados sem cobrança de coparticipação em clínicas e laboratórios parceiros do Ipasgo Saúde. A testagem é feita por meio de amostras de sangue.

“Os beneficiários com mais de 40 anos, idade a partir da qual há maior incidência de câncer de próstata, que desejarem realizar o exame de PSA, deverão solicitar o pedido de exame ao seu médico e se dirigir a rede credenciada para agendar e realizar o exame sem se preocupar com custos adicionais, garantindo sua saúde e tranquilidade”, orienta o presidente do Ipasgo Saúde, José Orlando Ribeiro Cardoso.

MÉDIA DIÁRIA DE 44 MORTES

Dados do Ministério da Saúde revelam que, entre 2019 e 2021, o país registrou 47 mil óbitos devido a essa doença, com uma média diária de 44 mortes somente no último ano. A campanha do Ipasgo visa conscientizar os homens sobre a importância da realização regular de exames preventivos, já que o câncer de próstata, quando detectado em fases iniciais, apresenta altas taxas de sucesso no tratamento. 

De acordo com o Inca, quando diagnosticado nos estágios iniciais, as chances de recuperação chegam a 90%. Apesar disso, esse tipo de câncer é uma das principais causas de morte entre os homens no Brasil. 

A busca por orientação médica ao identificar sintomas como problemas urinários, disfunção erétil e dores pélvicas ou ósseas, que podem ser facilmente confundidos com sintomas de outras condições que afetam a próstata ou o trato urinário, é fundamental para o diagnóstico precoce e o início imediato do tratamento adequado.  

Instituto Nacional de Câncer estima que até o final de 2023 o Brasil registre cerca de 1,4 milhão novos casos de câncer de próstata. Desses, 37.883 apenas em Goiânia. 

Editado por Hosana Alves via Ipasgo-GO

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp