(62) 99402-8419

Correio Popular

Notícias, vídeos e podcasts

HCN recebe visita técnica de representantes da Secretaria de Saúde Indígena

Unidade do governo de Goiás se reuniu com equipes técnicas a fim de ampliar e aperfeiçoar o atendimento à população indígena
Unidade do governo de Goiás se reuniu com equipes técnicas a fim de ampliar e aperfeiçoar o atendimento à população indígena

Referência no estado de Goiás, o Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN) recebeu uma visita técnica da Secretaria de Saúde Indígena (SESAI), representada pelas equipes da Superintendência de Políticas e Atenção Integral à Saúde (SPAIS) e da Coordenação Geral do Distrito Sanitário Especial Indígena do Araguaia (DSEI-Araguaia). O encontro teve como principal objetivo discutir estratégias para ampliar o acesso da população indígena aos serviços ofertados pelo hospital.

O diretor assistencial do HCN, João Batista da Cunha, a gerente de Atenção às Populações Específicas da SPAIS, Ana Maria Passos Soares, e o coordenador do DSEI-Araguaia, Labé Iny, se reuniram para analisar as demandas de saúde da população indígena, a carteira de serviços ofertados pelo hospital e o posicionamento logístico da unidade.

Durante a reunião foi sugerido o seguimento dos estudos junto à Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO) e da Secretaria Especial de Atenção à Saúde Indígena do Ministério da Saúde (SESAI), para viabilização do plano de trabalho e adesão ao Incentivo de Atenção Especializada à População Indígena, bem como para continuar as diligências, internas e externas, necessárias para alcançar o objetivo de ampliar e aperfeiçoar o atendimento dessa população em nosso estado.

De acordo com João Batista, é de suma importância esse trabalho de articulação de estratégias e ações voltadas à população indígena de Goiás, juntamente com a SES-GO, para garantir igualdade no acesso à saúde. “Especialmente aqui em Uruaçu e na região do entorno, temos muitos povos originários que necessitam de uma unidade hospitalar que seja referência para atendê-los, com um tratamento que respeite suas necessidades biológicas e, principalmente, culturais”, ressalta o diretor do hospital gerido pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED.

Atendimento humanizado para todos

O HCN tem se tornado referência no atendimento à população indígena, principalmente após o caso da paciente Nakwatcha, de 78 anos, uma das últimas cinco sobreviventes em Goiás da etnia Avá-canoeiros. Todo o tratamento da indígena no hospital foi adaptado segundo suas necessidades culturais. Uma das mudanças que aconteceu foi a instalação de uma rede no quarto da paciente, que estava inicialmente apática na cama do hospital e, após avaliação da equipe multidisciplinar do hospital, a troca foi feita e o gesto foi suficiente para trazer mais conforto e tranquilidade à indígena.

A Secretaria de Estado de Saúde de Goiás (SES-GO) vem desenvolvendo atividades e organizando serviços para que o objetivo da Política Nacional de Atenção à Saúde dos Povos Indígenas, seja aprimorado e aperfeiçoado no estado de Goiás, a fim de assegurar o acesso à atenção integral à saúde, em harmonia com os princípios e diretrizes do SUS, contemplando a diversidade social, cultural, geográfica, histórica e política desses povos e a garantia do direito à saúde com equidade.

Nesse sentido, o diretor do HCN, juntamente com a SPAIS, a Gerência de Atenção às Populações Específicas (GERPOP) e a Coordenação de Promoção da Equidade e Interculturalidade em Saúde, em parceria com o Subsistema de Atenção à Saúde Indígena (SasiSUS) do Ministério da Saúde e o DSEI-Araguaia, trabalham em conjunto para ampliar e aperfeiçoar os atendimentos destinados à população indígena no hospital, que é referência para o atendimento de urgências e emergências de média e alta complexidade na macrorregião do Centro-Norte de Goiás.

Referência em Goiás

Localizado estrategicamente em uma região próxima às aldeias de Goiás e do Vale do Araguaia, o Gigante do Norte tem se mostrado como grande aliado à prestação de uma gama de serviços à população indígena que, historicamente, têm em Goiás referências para o atendimento de demandas de saúde de média e alta complexidade.

O Estado de Goiás abriga em seu território populações indígenas aldeadas nos municípios de Aruanã, Rubiataba, Nova América e Minaçu, das etnias Iny (Karajá), Tapuia e Ãwa (Avá-Canoeiro). A atenção primária é realizada diretamente pelo DSEI-Araguaia e em cooperação com municípios onde estão localizadas as aldeias, com o apoio Secretaria de Estado da Saúde de Goiás e suas Regionais de Saúde.

O HCN, juntamente com a SES-GO, mantém o seu trabalho e empenho para a melhoria do acesso ao SUS por parte dessa população, em quaisquer situações de demanda, atuando especialmente na superação do preconceito e racismo institucional, no treinamento e aperfeiçoamento das equipes de saúde e nas articulações necessárias para a consecução de ações e serviços que atendam, de forma equânime, a população indígena no Estado de Goiás e do Distrito Especial Indígena do Araguaia.

Assessoria de Comunicação do HCN
Victor Weber – [email protected]

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp