(62) 99402-8419

Correio Popular

Notícias, vídeos e podcasts

Governo, entidades e artistas se mobilizam em favor do Cora

Governador Ronaldo Caiado durante vistoria às obras do Complexo Oncológico de Referência do Estado de Goiás (Cora) (Foto: Cristiano Borges, Hegon Corrêa e Lucas Diener)
Governador Ronaldo Caiado durante vistoria às obras do Complexo Oncológico de Referência do Estado de Goiás (Cora) (Foto: Cristiano Borges, Hegon Corrêa e Lucas Diener)

Representantes do Governo de Goiás, deputados, prefeitos e artistas de renome nacional se uniram, na manhã desta quarta-feira (29/11), em um ato de apoio à construção do Complexo Oncológico de Referência do Estado de Goiás (Cora). Primeiro hospital público exclusivamente voltado ao tratamento contra o câncer no estado, está em construção às margens da BR-153, em Goiânia.

Artistas como Gusttavo Lima, Maiara e Maraísa e o locutor Cuiabano Lima visitaram o canteiro de obras e manifestaram apoio ao investimento, que será de R$ 180 milhões do Estado para ala pediátrica.

CORA

“No fim do mandato, a grande obra que quero deixar é salvar vidas”, resumiu o governador Ronaldo Caiado durante vistoria no local.

“Com apenas 8 meses do início da construção, já estamos com mais 40% dela pronta. É uma obra que vai dar a todos os pacientes que não têm poder aquisitivo a possibilidade de fazer os tratamentos mais sofisticados, com os protocolos mais modernos”, destacou o governador Ronaldo Caiado.

O vice-governador Daniel Vilela, a primeira-dama Gracinha Caiado e diversos secretários de estado participaram da vistoria.

“Não vejo a hora de ver essas crianças aqui, bem instaladas e podendo receber o melhor atendimento possível para essa doença que é tão devastadora. Ronaldo Caiado tem o compromisso de cuidar das pessoas, sempre buscando parcerias e o que há de melhor e mais moderno. E é isso que estamos fazendo aqui”, destacou a primeira-dama.

O Cora segue modelo do Hospital do Amor – Hospital do Câncer de Barretos (SP), inspirado em hospitais norte-americanos, e a grandiosidade da estrutura é ressaltada pelos apoiadores.

Ato de apoio à construção do Complexo Oncológico de Referência do Estado de Goiás (Cora)

“A obra está linda, perfeita! Goiás precisa desse apoio para ajudar as famílias, estaremos aqui para tudo que o hospital precisar”, disse a cantora Maiara, ao lado da irmã Maraísa.

“Isso é Goiás mostrando como se faz saúde, como se trata o povo”, ressaltou o cantor Gusttavo Lima. O locutor Cuiabano Lima afirmou que o hospital dará chance de vida para muitos: “Tem pessoas que estão morrendo antes da hora, este tratamento fará grande diferença”.

TRANSPARÊNCIA

Caiado recebeu uma prestação de contas simbólica do presidente da organização da sociedade civil Fundação Pio XII, Henrique Prata, que executa os trabalhos.

“Temos quatro orçamentos de tudo, de uma agulha a um prego. Assim, temos a transparência garantida de onde é mais barato, no país ou não. Tudo que vem para cá está consolidado na prestação submetida ao Tribunal de Contas”, disse Prata. “Governos anteriores nunca se interessaram em tratar o câncer dentro do estado. Jogavam a responsabilidade”, acrescentou o presidente.

Prefeitos de 118 cidades participaram do ato, muitos relataram as dificuldades e manobras que precisam fazer para mandar pacientes para outros estados. “Um hospital como esse traz mais segurança, conforto, credibilidade e eficiência para o tratamento. É uma angústia para toda família a peregrinação em busca da cura”, disse Marden Júnior, prefeito de Trindade. Presidente da Assembleia Legislativa de Goiás, Bruno Peixoto destacou que a empreitada do governador é “ousada e será referência nacional”.

O projeto, iniciado em fevereiro deste ano, compreende área construída de 44,7 mil metros quadrados e está dividido em três etapas. Terá 148 leitos, capacidade para atendimento ambulatorial oncológico adulto e infantojuvenil; serviços de diagnóstico; salas para infusão de medicamentos; centros de reabilitação e quimioterapia; serviços de apoio e pronto atendimento com funcionamento 24 horas; além de leitos de UTI, entre outros espaços.

A ala infantil compreende 48 leitos de internação, centro cirúrgico, farmácia, centro de exames por imagem e de infusão quimioterápica. A estrutura hospitalar também prevê espaço de lazer e acomodações para as famílias, com objetivo de assegurar excelência na humanização dos atendimentos

PAC prevê conclusão do Cora e construção de mais policlínicas em Goiás

Editado por Kattia Barreto via Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp