(62) 99402-8419

Correio Popular

Notícias, vídeos e podcasts

Estudantes goianos são Ouro na Olimpíada Brasileira de Satélites

Alunos do Cepi Professora Izabel Christina de Sousa Ortiz, de Formosa, conquistam medalha de Ouro na Olimpíada Brasileira de Satélites (Foto: : Seduc-GO)
Alunos do Cepi Professora Izabel Christina de Sousa Ortiz, de Formosa, conquistam medalha de Ouro na Olimpíada Brasileira de Satélites (Foto: : Seduc-GO)

O Centro de Ensino em Período Integral (Cepi) Professora Izabel Christina de Sousa Ortiz, da rede pública estadual em Formosa, está se tornando destaque em competições escolares. Desta vez, estudantes do 6° ao 9° ano do Ensino Fundamental conquistaram medalhas na Olimpíada Brasileira de Satélites (Obsat), promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

A Obsat é dividida em duas modalidades: teórica e prática. Na teórica, três alunos da unidade escolar conquistaram medalhas de Ouro, uma aluna conquistou a medalha de Prata e, outros três, de Bronze. Já na modalidade prática, oito estudantes se classificaram para participar da terceira fase da disputa.

Para um dos medalhistas de Ouro na prova teórica da olimpíada, Arthur de Almeida Aragão, do 6° ano, essa foi uma experiência extraordinária. Arthur também destaca que as olimpíadas estimulam o conhecimento dos alunos e diz que gostou muito de ter participado e de ter alcançado a medalha. “Pretendo sim participar de outras competições”, afirma um dos campeões.

A participação dos alunos do Cepi Professora Izabel Christina de Sousa Ortiz, de Formosa, tem supervisão do professor de Matemática Arlley Kacyo. Ele conta que é muito gratificante ver os alunos sendo reconhecidos por suas conquistas, já que estão representando a escola e o estado de Goiás em mais uma competição nacional.

“A oportunidade de criar e lançar um satélite é uma experiência única e que, certamente, marcará a vida de todos nós. Além disso, a participação na olimpíada está despertando ainda mais o interesse dos jovens pelas Ciências Exatas e outras Tecnologias”, afirma Arlley.

As premiações e a realização da terceira fase da modalidade prática ocorrerão nos dias 21 e 22 de outubro, na Universidade Federal de Goiás (UFG), em Goiânia.

OLIMPÍADA BRASILEIRA DE SATÉLITE

Olimpíada Brasileira de Satélites (Obsat/MCTI) é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e organizada pela Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB/MCTI), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe/MCTI) e a Escola de Engenharia de São Carlos (EESC), da Universidade de São Paulo (USP).

O objetivo da Obast MCTI é promover a popularização e difusão da ciência e tecnologia para os estudantes brasileiros, buscando incentivá-los a se interessarem pela área. A competição também visa disseminar o conhecimento espacial, oferecer capacitações, promover o ensino/aprendizagem e experiências técnico-científicas em projetos de satélites.

Participam da competição alunos de instituições públicas ou privadas, do Ensino Fundamental, Médio, Técnico ou Superior.

Editado por Hosana Alves via Secretaria de Estado da Educação de Goiás- Seduc

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp