(62) 99402-8419

Correio Popular

Notícias, vídeos e podcasts

Polícia prende último torcedor investigado na Operação Avalanche

564af2c1-c5bd-4a4e-aa29-f3d7813eadb6
564af2c1-c5bd-4a4e-aa29-f3d7813eadb6

O Grupo Especial de Proteção ao Torcedor (Geprot/Deic), da Polícia Civil de Goiás, prende o último investigado que estava foragido, no âmbito da Operação Avalanche, nesta quinta-feira (13). Segundo as investigações, ele também está envolvido na emboscada ao ônibus que transportava torcedores vilanovenses, no Jardim Maranata, em Aparecida de Goiânia.

Na ocasião, os torcedores além de depredarem o ônibus, passaram a atacar os passageiros de forma indiscriminada, subtraindo os aparelhos celulares e camisas de dois torcedores, lesionaram o motorista e ainda ameaçaram com arma de fogo a socorrista do Samu, que foi acionada para atender os feridos.

INVESTIGADOS

Foram cumpridos 36 mandados judiciais em investigação de crimes praticados por membros de torcida organizada. Desses, 16 eram mandados de prisão e foram cumpridos todos. Os outros 20 mandados cumpridos na operação foram de busca e apreensão.

As investigações tiveram início na noite do dia 30 de abril deste ano, com a troca de informações com o Batalhão Especializado de Policiamento em Eventos (Bepe) da Polícia Militar de Goiás (PMGO), após uma partida do Campeonato Brasileiro da Série B.

Na ocasião, um ônibus com torcedores do time Vila Nova, ao entrar no Setor Jardim Maranata, em Aparecida de Goiânia, foi interceptado por um grupo de integrantes da torcida organizada rival, denominada Força Jovem “Garavelokos” (Goiás).

Operação Avalanche prende 15 integrantes de torcida organizada

Editado por Kattia Barreto via Secretaria de Segurança Pública – Governo de Goiás

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp