(62) 99402-8419

Correio Popular

Notícias, vídeos e podcasts

Segurança lança Operações Vanguarda e Átria 2

Operações visam reduzir substancialmente índices de crimes violentos e combater violência contra a mulher (Fotos: SSP-GO)
Operações visam reduzir substancialmente índices de crimes violentos e combater violência contra a mulher (Fotos: SSP-GO)

Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-GO) lançou, na última sexta-feira (1º/03), a Operação Vanguarda e a Operação Átria 2. As ações da Operação Vanguarda têm o objetivo de reduzir, substancialmente, os índices de crimes violentos.

Já a Operação Átria 2, articulada nacionalmente pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública e Secretaria Nacional de Segurança Pública, visa ao combate a crimes de violência contra a mulher. O evento aconteceu na Academia da PMGO.

As operações, articuladas pela Superintendência de Ações e Operações Integradas (Saoi), terão empenho integrado e efetivo de todas as Forças de Segurança compostas pela Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), Corpo de Bombeiros, Polícia Penal, Polícia Científica, Procon Goiás e demais órgãos federais e municipais como a Polícia Federal, PRF e a Guarda Civil Metropolitana (GCM).

“É de fundamental importância essas ações. Aqui estão reunidas todas as Forças de Segurança Pública municipal, estadual e federal, além da presença do Judiciário, para que de forma integrada possamos reforçar o combate a esses crimes no território goiano”, afirmou o secretário de Segurança Pública, Renato Brum.

Segundo ele o lançamento das duas operações de modo concomitante em todo o estado de Goiás visa a manutenção da redução dos índices criminais.

OPERAÇÃO VANGUARDA

A força-tarefa irá abranger todo o Estado de Goiás e tem objetivo de reduzir substancialmente os índices de crimes violentos de forma integrada e proporcionar ao povo goiano conforto e ainda mais segurança.

Desse modo, as forças de segurança em cooperação, vão trabalhar em conjunto para redução dos índices de crimes de naturezas prioritárias, como homicídio doloso, feminicidio, estupro, homicídio tentado, lesão corporal seguida de morte, entre outros.

Serão feitas, no policiamento ostensivo, abordagens, ações de ostensividade das equipes em locais com grande número de pessoas, operações de inteligência, cumprimento de mandados de prisão, busca e apreensão, fiscalização administrava, dentre outras atividades peculiares de cada órgão envolvido.

OPERAÇÃO ÁTRIA

Em sua segunda edição, a Operação Átria, por sua vez, estará empenhada em ações de combate e prevenção a toda e qualquer forma de violência doméstica e familiar contra a mulher, com atenção especial para o crime de feminicídio.

Por sua vez, objetiva-se concentrar esforços para se apurar denúncias, instaurarem inquéritos policiais, realizar atendimentos às vítimas, cumprir mandados de prisão, realizar palestras, orientações, cursos, dentre outras ações voltadas a prevenir e reprimir crimes contra mulheres em razão do gênero.

A primeira edição da Operação Átria aconteceu em 2023, e teve resultados expressivos no que tange aos indicadores de produtividade. Durante o período operacional, entre 27 e 28 de março, as Forças de Segurança Pública realizaram 16.945 ações diversas.

Ao todo, atenderam mais de 4.024 vítimas em Goiás, prenderam 668 pessoas, sendo 603 em flagrantes e realizaram 4.097 visitas e diligências. Além disso, as autoridades policiais solicitaram 1.252 medidas protetivas de urgência, 146 retiradas de pertences das vítimas e 41 resgates.

Editado por Hosana Alves via Secretaria de Segurança Pública – Polícia Civil de Goiás – Diretoria-Geral de Polícia Penal – Governo de Goiás

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp