(62) 99402-8419

Correio Popular

Notícias, vídeos e podcasts

”Queremos fazer de Goiás o Estado dos esportes”, afirma Daniel Vilela

Daniel Vilela participa do lançamento da Taça das Favelas 2023: “Essa é uma oportunidade para muitos jovens de apresentar o seu talento”
Daniel Vilela participa do lançamento da Taça das Favelas 2023: “Essa é uma oportunidade para muitos jovens de apresentar o seu talento”

Vice-governador participou do lançamento da Taça das Favelas 2023 e ressaltou importância do poder público apoiar iniciativas que relevam novos atletas

O Governo de Goiás investe e incentiva as ações que tem no esporte a ferramenta para formação e inclusão de jovens. Segundo o vice-governador Daniel Vilela, a prática esportiva é um instrumento “fundamental para garantir a cidadania e desenvolver habilidades sociais para juventude”. A declaração foi durante o lançamento da Taça das Favelas 2023, que conta com o apoio do governo estadual.

“Queremos fazer de Goiás o Estado dos esportes”, enfatizou o vice-governador ao discursar no evento que marcou o sorteio das chaves para as competições masculina e feminina da Taça das Favelas, realizado no Centro de Convenções da PUC, na noite da segunda-feira (11/09). A competição, organizada pela Central Única das Favelas (Cufa), é reconhecida em todo o país e serve como uma oportunidade para juventude das periferias mostrarem seu talento e paixão pelo futebol. “Muitos jovens sonham em se tornar grandes jogadores. E esses ídolos, tradicionalmente, saem de comunidades carentes, da periferia e de clubes amadores. Acho que essa competição dá oportunidade para muitos apresentarem suas habilidades, serem descobertos e, consequentemente, transformarem sua vida”, destacou Daniel Vilela.

Ao longo de três meses, o torneio oferece uma estrutura profissional, proporcionando visibilidade aos jovens atletas que muitas vezes não têm acesso a competições estruturadas. Além disso, a Taça das Favelas serve como vitrine para que olheiros de times profissionais. “O torneio visa dar protagonismo, pertencimento e gerar oportunidade de inclusão para moradores de periferia. Eles vivem a experiência de um campeonato feito exatamente igual a um profissional”, explicou o Presidente Cufa, Breno Cardoso.

Investindo no esporte

Daniel Vilela destacou que o governo de Goiás tem compromisso com o esporte e a inclusão social por meio de várias iniciativas. Ele lembrou que o programa “Construindo Campeões” beneficia mais de 8 mil alunos em 80 municípios goianos, oferecendo aulas de artes marciais para estudantes da rede estadual e famílias de baixa renda.

Além disso, o governo promove uma variedade de atividades esportivas, incluindo aulas para a terceira idade e crianças, a implantação de núcleos de esporte em parceria com as prefeituras e o apoio ao esporte de alto rendimento por meio do programa “Pró-Atleta”.

Os Jogos Abertos de Goiás, a Copa Quilombola e os investimentos na revitalização do Estádio Serra Dourada são outras iniciativas que destacam o compromisso do Governo de Goiás com o desenvolvimento esportivo e a melhoria da infraestrutura esportiva no estado.

O apoio do Governo de Goiás para realização da Taça das Favelas 2023 se soma a todas essas ações em andamento, e fortalece o cenário esportivo e inspira jovens talentos. “O Estado compreende que o esporte consegue, de uma forma escalada, fazer com que muitos jovens constituam um espírito de determinação e de responsabilidade. Por isso há um olhar atento e total apoio ao que favorece a prática esportiva”

Revelando talentos

Um exemplo inspirador para os jovens que disputam a Taça das Favelas é o de José Efessoney, que participou da competição no ano passado e agora integra o elenco sub-20 do Goiás Esporte Clube. Nacionalmente, também temos casos de sucesso, como o zagueiro e capitão do Vila Nova, Rafael Donato, o jovem atacante Ronald Barcelos do Grêmio e o meia Patrick de Paula, atualmente no Botafogo, todos ex-participantes deste torneio.

Taça das Favelas também contempla a disputa feminina, com mais de 30 equipes participando. Reconhecendo o crescente interesse pelo futebol feminino no Brasil, a competição oferece às meninas uma plataforma competitiva e visibilidade para demonstrar seu talento. “Para essa edição são 35 equipes femininas. É uma marca muito grande, se tratando de futebol de campo”, disso Breno Cardoso.

O lançamento oficial da Taça das Favelas 2023 também contou com show do MC Menor. O evento ainda reuniu apoiadores do projeto, personalidades esportivas e autoridades do estado, proporcionando uma celebração cultural e esportiva.

Fotos: André Costa

Vice-governadoria | Governo de Goiás

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp