(62) 99402-8419

Correio Popular

Notícias, vídeos e podcasts

Procon divulga ranking de reclamações do mês de outubro

Bancos e operadoras telefônicas, além da concessionária Equatorial, aparecem na lista de reclamações dos consumidores (Foto: Procon)
Bancos e operadoras telefônicas, além da concessionária Equatorial, aparecem na lista de reclamações dos consumidores (Foto: Procon)

O Procon Goiás divulga, nesta terça-feira (7/11), o ranking de reclamações nos atendimentos realizados no mês de outubro, com dados reunidos de duas plataformas: Proconsumidor – atendimentos presenciais – e Procon Web – atendimentos registrados pela internet.

Na lista do Proconsumidor, o Banco BMG figura em primeiro lugar, com um total de 61 reclamações, seguido da operadora de telefonia Tim S/A, com 59 demandas. Em terceiro lugar, ficou o Banco Pan, com 46 registros. 

RANKING DE RECLAMAÇÕES

Entre os principais problemas apontados estão a cobrança indevida e abusiva, cobrança por serviço ou produto não contratado e não entrega de documentos.

Uma das irregularidades cometidas pelas instituições bancárias é a prática abusiva de empréstimos consignados não autorizados, que afetam os aposentados e pensionistas. Confira, no final do texto, a relação com as 30 empresas com maior número de reclamações, responsáveis por 842 atendimentos de um total de 1621.

PROCON WEB

Já no Procon Web, a campeã de reclamações foi a concessionária de energia Equatorial, com 93 atendimentos. Entre as queixas relatadas pelos consumidores estão a Instabilidade e/ou interrupção no fornecimento de energia elétrica e problemas relacionados a cobranças, por exemplo.

Em segundo e terceiro lugares, estão, respectivamente, a telefônica Claro – 69 demandas – e a agência de viagens Hurb, com 66. A empresa crise no mês de outubro, foram totalizadas 3.684 reclamações via plataforma, além de 419 denúncias e 137 cálculos de dívidas.

A Claro também apresentou, entre outras irregularidades, instabilidade no serviço e problemas com cobranças. A Hurb entrou em crise em abril deste ano, quando não conseguiu entregar os pacotes de viagem já adquiridos pelos clientes. Consumidores reclamam do serviço não fornecido e também da recusa na devolução de valores pagos por serviços não prestados

Pelo Procon Web, também foi possível esclarecer as dúvidas de 123 consumidores. Ainda foram cadastrados 233 pedidos de bloqueios de telemarketing.

ACESSO À INFORMAÇÃO

De acordo com o superintendente do órgão, Levy Rafael Cornélio, o serviço de divulgação das empresas mais reclamadas é importante, pois cumpre um papel de transparência, possibilitando o acesso à informação por parte da população.

“Infelizmente, essas empresas aparecem, de forma recorrente, no topo dessas listas, apesar das sanções administrativas a que estão sujeitas. Os consumidores precisam ter esses nomes em mãos para fazer escolhas conscientes e principalmente saber cobrar a efetivação dos seus direitos”, afirma.

Ranking Procon Web.

Ranking Proconsumidor

Editado por Kattia Barreto via Procon Goiás – Secretaria de Segurança Pública – Governo de Goiás

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp