(62) 99402-8419

Correio Popular

Notícias, vídeos e podcasts

Estudantes de Uruaçu recebem livro que aborda violência contra mulheres 

3856C304-B2D4-4B78-A008-F6A0F199E320
3856C304-B2D4-4B78-A008-F6A0F199E320

      Mil exemplares do livro Maria da Penha nas Escolas chegaram nesta terça-feira (14/03) a Uruaçu e foram distribuídos entre alunos do Ensino Fundamental, que têm entre 11 e 13 anos de idade. A secretária municipal da Educação, Nilde Alves, explicou que como os exemplares não são suficientes para atender a todos os alunos da Rede Municipal de Ensino, a equipe da secretaria optou pordistribuí-los entre alunos com essa faixa etária. A secretária acredita que esses estudantes podem se tornar multiplicadores do conteúdo em seus lares e junto aos colegas com menos e mais idade.

      O livro conta com textos e ilustrações da história de Maria da Penha, mais uma vítima da violência contra a mulher no Brasil, que por duas vezes quase foi assassinada pelo marido.

O caso aconteceu na década de 1990 e chamou a atençãode lideranças, inclusive de outros países. Em 2006 deu origem a Lei 11.340 (Lei Maria da Penha), que cria mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra as mulheres.

      O evento foi realizado no plenário da Câmara Municipal de Uruaçu e contou com a participação da idealizadora do projeto e escritora do livro, ManoelaBarbosa, professora e doutoranda em Ciências Ambientaisda Universidade Federal de Goiás – UFG. Também participaram outras lideranças como a ex-vereadora e ex-secretária de Municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas de Goiânia, Cristina Lopes, também vítima de violência doméstica. Ela emocionou a todos os presentescom relatos do atentado contra sua vida, praticado pelo ex-marido, que deixou marcas de queimaduras em 80% do seu corpo.

      Marcaram presença também o prefeito Valmir Pedro; vereadoras Célia Bueno e Domingas Quilombola; vereador Rony Piettro; coordenadora do Centro Especializado em Atendimento à Mulher (CEAM), Ywarla Corrêa e pelos secretários municipais daEducação, professora Nilde e de Cultura e Turismo,Moacir Galdino, entre outras lideranças.

Por: Sybelle Angela- jornalista

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp