(62) 99402-8419

Correio Popular

Notícias, vídeos e podcasts

EFGs oferecem 123 vagas em cursos técnicos EaD gratuitos

IMG_5592
IMG_5592

Inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site www.efg.org.br Modalidade de ensino possui flexibilidade, pois o aluno é quem escolhe o horário que deseja estudar

Estão abertos os editais para os cursos técnicos para as Escolas do Futuro de Goiás Raul Brandão de Castro (Mineiros), Luiz Rassi (Aparecida de Goiânia), José Luiz Bittencourt (Goiânia) e Sarah Luísa Lemos Kubitschek de Oliveira (Santo Antônio do Descoberto. São 123 vagas distribuídas para os cursos Desenvolvimento Web e Mobile, Marketing e Mídias Sociais.

As aulas são 80% online e 20% com encontros presenciais, aos sábados, das 8h às 17 horas, na unidade na qual o aluno escolher estudar. As inscrições podem ser feitas pelo site www.efg.org.br até o dia 23 de julho de 2023.

A aula inaugural está prevista para o dia 21 de agosto, na plataforma virtual das EFGs. As primeiras turmas serão formadas de acordo com o preenchimento das vagas abertas pelo edital, que segue fluxo contínuo. Isso significa que a convocação e o início imediato se dão quando o quantitativo necessário de inscritos for alcançado.

Cursos técnicos

Há 30 vagas para os cursos de Desenvolvimento Web e Mobile na EFG José Luiz Bittencourt (Goiânia); e 93 vagas para Marketing e Mídias Sociais nas EFGs Luiz Rassi (Aparecida de Goiânia); Raul Brandão de Castro (Mineiros); e Sarah Luíza Lemos Kubitschek de Oliveira (Santo Antônio do Descoberto).

As aulas são para pessoas a partir dos 16 anos com Ensino Médio concluído, ou que estejam cursando o segundo ou terceiro ano até o ato da matrícula, e também para quem esteja interessado em novos conhecimentos, além de pessoas que buscam recolocação profissional. Todos os cursos são gratuitos.

EFGs

As EFGs foram criadas pela lei nº 20.976/2021, com operacionalização mediante convênio firmado entre a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) com a Universidade Federal de Goiás (UFG), por meio do Centro de Educação Trabalho e Tecnologia (CETT).

Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) – Governo de Goiás

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp